10 de jul de 2009

O CIRCULAR, O GUARDA E A RPOMOTORA

Encontrei na parada do Grande Circular 2, ao voltar do trabalho um conhecido. Encontrei-o pela segunda vez. na primeira eu estava me preparando para o exame de legislação do DETRAN, ele também, pela terceira vez e fiquei sabendo hoje que reprovou.
Não tive como não lembrar de meu professor de legislação, um típico cearense, bem humorado, simples e que fazia questão de repetir na sala suas oito tentativas até conseguir obter êxito na prova sobre legislação de trânsito.
O problema é que para esse conhecido, o cara da parada do ônibus o processo dele celebra ano em agosto, tem portanto, apenas, mais uma chance.
Voltando ao professor.
Ele contou muitas histórias interessantes como quando estava dirigindo rumo ao interior e foi parado numa blitze. Sabendo da cultura nordestina muito marcada pelo sistema de manda quem pode e obedece quem tem juízo logo armou-se de um argumento.
O guarda ao constatar algumas situações irregulares disse-lhe as penalidades. O motorista replicou imediatamente, "meu amigo é o seguinte, só teho uma coisa a lhe dizer, minha mãe é a promotora dessa cidade, então se você compreendeu, já estou atrasado". A contra gosto o policial deixa-o continuar.
Ao sumir a imagem da viatura no retrovisor cai na gargalhada o motorista, "só não sabe o guarda que é minha mãe, de fato, é promotora, mas da Avon"

Nenhum comentário: