23 de mar de 2013

Multiplicam-se casos de estupros a crianças adotadas por casais homoafetivos

Nas últimas semanas tem sido recorrente no noticiário casos de casais homoafetivos que estupram crianças que estão sob sua tutela.

Em uma das histórias a criança era apresentado aos vizinhos como filho adotivo. Os três viviam em uma casa na zona norte de São Paulo.

A empregada do casal estranhou o fato do menino ter ferimentos pelo corpo e não querer sair do quarto nem para ir à escola.

Levado ao hospital, a criança deu entrada com sintomas de desidratação, desnutrição e pneumonia.

Ades, suco do inferno

O suco AdeS em determinada época de sua história precisou fazer um importante  reposicionamento de marca, ao mudar sua escrita de Hades para a atual. O nome anterior é sinônimo de inferno, termo negativo para uma marca.

O reposicionamento foi feito com sucesso e o AdeS se tornou um dos sucos mais consumidos no país até ser abalado pelo escândalos dos sucos com soda caustica devido a falha no envasilhamento do produto.

Neste episódio chama atenção a cobertura discreta da imprensa sobre o assunto. Não foi feito silêncio sobre o caso, mas é notório que falta uma cobertura investigativa. As informações apenas expõem o fato de um lote ter sido envasado com material tóxico e as declarações vagas dadas pela assessoria da Unilever, uma multinacional vendedora de bens de consumo. 

Pequenas âncoras


17 de mar de 2013

Dominguinhos não está em coma irreversível

"José Domingos de Moraes (Dominguinhos), permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O paciente responde de forma satisfatória ao tratamento médico e apresenta melhora no padrão hemodinâmico e respiratório."

Este é o boletim médico disparado pelo Hospital Sírio-Libanês para a imprensa neste domingo. Diferente das informações do filho do primeiro casamento do cantor,Mauro, Dominguinhos não se encontra em coma irreversível.  

Garoto propaganda do Bombril não morreu

Tem se espalhado na internet a informação que o ator Carlos Moreno, garoto propaganda da marca Bombril morreu. É falsa a notícia.

O correto é que o ator não comporia mais o quadro de promoção do artigo.

Informações dão conta que a opção da palha de aço  Bombril nesse tempo seria  reposicionar a marca para atingir um novo público de mulheres, daí a demissão do ator que possuía contrato exclusivo com a marca e fazia propagandas desde o ano de 1978.

15 de mar de 2013

Semana Santa 2013



Shalom prepara Espetáculo e Retiro de Semana Santa

Acontecerá mais uma edição do espetáculo “A Paixão de Cristo” em exibição única e gratuita na quarta-feira, dia 27, às 19h, no Paulo Sarasate.


A Semana Santa é a data mais importante para os cristãos. Com o objetivo de aprofundar a experiência no mistério de Cristo em sua paixão, morte, sepultamento e ressurreição a Comunidade Católica Shalom promove mais uma vez o espetáculo “A Paixão de Cristo” e o Retiro em sintonia com os Atos Litúrgicos da Catedral Metropolitana de Fortaleza.

10 de mar de 2013

Minoria LGBT invade templo do pastor Marco Feliciano

E foi só sair o nome de um deputado pastor para presidir a Comissão dos Direitos Humanos na Câmara dos Deputados para começar uma série de manifestações da minorias ligadas ao movimento LGBT. 

Até Xuxa, a rainha dos baixinhos, usou seu perfil no Facebook para chamar o deputado de "monstro".

Discordar de nomeações e escolhas faz parte da vida política de qualquer democracia. Chama a atenção, no entanto, a forma de protesto levada adiante pelos militantes LGBTT. Neste domingo,10, o grupo chegou a invadir o templo em que o pastor pregava.

5 de mar de 2013

Agora tudo é homofobia

A escola Farias Brito de Fortaleza está sendo acusada de homofóbica em matéria publicada no Jornal O Globo.

Tudo por conta da imagem abaixo publicada em uma apostila do colégio para explicar pela  o princípio da  repulsão e da atração nas cargas elétricas.

O secretário de educação da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Travestis, Toni Reis levou o caso para o Ministério Público rotulando a instituição de homofóbica. 


O diretor-superintendente da Organização Educacional Farias Brito, Tales de Sá Cavalcante,  informa que a instituição não foi notificada e que o material continuará em sala até lá. E mais: "Não é justo que se impute a duas crianças um desejo homossexual que não existe nessa idade", afirma.