30 de dez de 2009

Manifesto 2000 e dez pra valer

Sempre gostei de eleger lemas e rhemas para época de minha vida. Para o ano vindouro não foi diferente. 2000 e dez pra valer caiu uma luva. Exprime a disposição com a qual abraço o próximo ciclo que se inicia dia 1o_ de Janeiro, dia da santa Mãe de Deus - Theotókos.

Quero que seja um 2000 e dez pra valer; pra fazer; pra viver. Em Deus, pra vencer. Meus planos e projetos se enquadram nestas motivações. E já vejo pistas de alguns deles se aproximando. É ano de decisão!

Também vai ser um ano pra torcer, vem aí a Copa e um ano para ler mais, umas das metas estipuladas. E olha que já comecei a me exercitar na tarefa que percebi imprescindível no crescimento em vários aspectos, profissional, intelectual e até, espiritual.

Quero que seja um 2000 e dez pra valer porque não quero ser apenas um expectador de minha própria existência. Quero protagonizar minha história, tomar as rédeas, descongelar o rio, enfrentar os medos, desbravar novos caminhos.

Sinto o vento da esperança soprar forte a ponto de aterrorizar o desânimo e acreditem, o medo. O tempo traz experiência e reclama ao mesmo tempo maturidade e crescimento na virtude, coisa a ser perseguida continuamente.

Quero que meus propósitos alcancem o status de realizações e não sumam com as costumeiras ilusões da época. 2009 foi bom, dele não posso reclamar, mas esperar um 2010 ainda melhor eu desejo.

Feitos para 2010

Mais um ano chega ao fim. O próximo é esperado com expectativa, anseio e muitos projeto. Esse ciclo que finda nos coloca imediatamente dentro de outro e com uma exigência, a de errarmos menos, ou não cometermos as mesmas faltas deste ano, já, já, passado.

Eu não faço nenhuma simpatia. Não acredito, bem como não consulto horóscopo nem coisas do gênero, como essas crendices que muita gente que se diz ateu o ano todo pratica por essa data.

Certo é que estou determinado a mudar algumas coisas na minha vida. Por experiência não coloquei feitos colossais na listinha de 2010, mas alguns itens muito úteis, pequenos, mas que fazem a diferença. Ah! Como fazem.

O Hobbit, uma excelente leitura

Comecei a ler o livro O Hobbit, de J.R.R.Tolkien, o mesmo autor da trilogia O
Senhor dos Anéis. Cativante a leitura. Protagoniza a história o hobbit Bilbo
Bolseiro que vemos na trilogia já citada. Ele junto com treze anões e sob
a orientação de Gandalf, o mago entra numa aventura incrível, resgatar o
tesouro
dos ancestrais do anão Thorin.

A narrativa da história é simplesmente sensacional. O autor consegue envolver o leitor na história. As ilustrações são belas e foram utilizadas como modelo para a construção do cenário e dos personagens em O Senhor dos Anéis, no cinema.


Notícia boa é O Hobbit vai virar filme como dão conta as últimas notícias sobre cinema. Veja o que diz o site Valinor, "O Hobbit, a ser feito em duas partes distintas, baseado na obra de mesmo nome de J. R. R. Tolkien, está em produção para lançamento em dezembro de 2011 e dezembro de 2012. Os filmes serão dirigidos por Guillermo del Toro, com o diretor da trilogia O Senhor dos Anéis, Peter Jackson, servindo como produtor executivo e co-roteirista.

O primeiro filme será uma adaptação direta da obra, enquanto que o segundo filme irá explorar outras histórias, principalmente baseadas nos Apêndices de O Senhor dos Anéis, de forma a criar uma ponte entre este e O Hobbit".

Caso seja de seu interesse posso disponibilizar a Obra O Hobbit, bem como outros títulos de Tolkien, incluindo a famosa trilogia O Senhor dos Anéis. O envio do material necessariamente é feito via skype. Basta deixar endereço de skype nos comentários.

E abaixo deixo um trechinho dessa envolvente e impolgante história de Hobbites, Anões, Elfos, Dragões e outros seres fantásticos.


"— Sem dúvida, foi isso que trouxe o dragão. Dragões roubam jóias e ouro, você sabe, dos homens, dos elfos e dos anões, onde quer que possam encontrá-los e guardam o que roubaram durante toda a sua vida (o que é praticamente para sempre, a não ser que sejam mortos), e nunca usufruem sequer um anel de latão. Na verdade, eles mal sabem distinguir um trabalho bem feito de um trabalho ruim, embora tenham uma boa noção do valor de mercado corrente e não o conseguem fazer nada por si mesmos, nem sequer remendar uma escama solta de suas armaduras. Havia muitos dragões no norte naquela época, e o ouro estava provavelmente se tornando raro por lá, com os anões indo para o sul ou sendo mortos, e com todo o tipo de ermo e destruição geral que os dragões provocam, indo de mal a pior. Havia um dragão especialmente ganancioso, forte e mau, chamado Smaug. Um dia ele alçou vôo e veio para o sul. O primeiro sinal dele que ouvimos foi um barulho como um furacão vindo do norte, e os pinheiros das montanhas chiando e estalando com o vento. Alguns dos anões por acaso estavam do lado de fora (por sorte eu era um deles um bom rapaz aventureiro, naqueles dias, sempre andando por ai, e isso salvou minha vida naquele dia) quando, de uma boa distância, vimos o dragão pousar na montanha num jato de fogo. Então ele desceu as encostas e, quando atingiu a floresta ela se incendiou inteira. Naquele momento todos os sinos estavam repicando em Vaíle e os guerreiros estavam se armando. Os anões correram para fora pelo seu grande portão, mas lá estava o dragão à espera deles. Nenhum escapou por ali. O rio se ergueu em vapor e um nevoeiro cobriu Vaíle, e no nevoeiro o dragão avançou sobre eles e destruiu a maioria dos guerreiros, a triste história de sempre, isso era muito comum naquela época. Depois voltou e se arrastou através do Portão Dianteiro e saqueou todos os salões e alamedas, e túneis, becos, adegas, mansões e corredores. Depois disso, não restaram anões vivos no lado de dentro, e ele pegou toda a riqueza deles para si. Provavelmente, pois esse é o jeito dos dragões, empilhou tudo num grande monte bem no interior da montanha, e dorme sobre ela como se fosse uma cama. Depois, passou a se arrastar para fora do portão grande e vir à noite até Vaíle, e levar embora pessoas, principalmente donzelas, para devorar, até que Vaíle ficou arruinada, e todas as pessoas partiram ou morreram. O que acontece lá agora não o sei com certeza, mas não acho que hoje em dia alguém viva em algum lugar mais próximo da Montanha do que a extremidade do Lago Comprido".

29 de dez de 2009

Gastos da Virada

A Prefeitura de Fortaleza vai gastar quase 2 milhões de reais no reveilon. Pretende-se justificar os gastos alegando o benefício trazido à capital pelo turismo que é fomentado através do espetáculo.
Quem passa pelo aterro da praia de Iracema já pode ver a mega estrutura montada. Tudo é feito em poucos dias. O trabalho, a divulgação, tudo é muito bem feito e organizado. Como seria bom se esse tipo de organização fosse visto nos outros setores da mesma prefeitura.
Ah! E não vale comparar com o setor de arrecadação do IPTU, muito organizado também. Coincidência?

Deus existe?

Ao receber hoje cedo em minha conta o tweet "@folhadesp Debate entre filósofo ateu e papa Bento 16 sobre existência de Deus vira livro", não exitei, fui à página indicada, verifiquei detalhes sobre o título e já adquiri o exemplar.

O livro parece ser muito bom. O encontrei também na livraria Siciliano, mas não me arrependo de ter feito a compra online, na livraria da Folha. A diferença no valor, mesmo com o frete, não foi grande em relação à Siciliano.


Daqui a sete dias, prazo dado pela livraria, começarei a ler o livro e compartilharei mais sobre o assunto aqui no SOBRETUDO. Deixo o link da livraria da Folha. O frete para Fortaleza é pouco mais de R$ 6,00.


Serviço:




27 de dez de 2009

Eu já acreditei em horóscopo

Escrevi para o Blog ANCORADOURO o pôst, Lentilhas e Pulinhos. Nele falo sobre as superstições e simpatias que se multiplicam por ocasião desta época de virada de ano. Ainda acentuo a contradição entre o homem pós moderno e essas atitudes que o remetem a seu estado primitivo.

Quando eu era pequeno acreditava em horóscopo e ouvia diariamente as previsões astrológicas. Lembro-me que adquiri uma revista de zoodíaco e numerologia e fiz o número da sorte de alguns colegas da sala de aula.

As simpatias também eram uma realidade próxima. Tinha um programa de rádio que escutava bem de manhãzinha. As pessoas escreviam contando seu problema e o locutor, conhecido por professor, ditava o que se deveria fazer. Sempre eram simpatias o conselho.

Aos 14 anos participei de um Seminário de Vida no Espírito Santo, no período do carnaval, promovido pela Comunidade Católica Shalom. Numa das pregações fui esclarecido como era ingênuo em acreditar que astros inanimados pudessem ter alguma influência na minha vida e no meu fututo.

Desde então não li mais e nem dei crédito às previsões astrológicas e numerológicas. É risível achar que meu futuro vai ser delineado pelo meu signo, número ou determinada cor.

Mas por essa época do ano astrólogos, tarólogos e numerólogos tem espaço privilegiado nos meios de comunicaçao e espalham as crendices primitivas que ainda atrem milhares de pessoas.

Como católico deposito minha confiança em Deus. Ele é o Senhor do meu futuro, minha vida está em suas mãos e Ele, por sua vez, confia a mim e pela liberdade conta com meu livre arbítrio na construção de um futuro melhor.

Estamos de Volta

Nos meus projetos de ano novo inlcuí voltar a postar neste blog, o SOBRETUDO. Meu lema para a nova época é 2000 e dez pra valer. Em breve compartilharei mais sobre o assunto. Já comecei a fazer uma reformulação no layout.
Desde já agradeço aos visitantes e aos comentários. Eles são muito importantes e bem vindos.