17 de jun de 2011

Marchas pelo absurdo

A maconha é porta de entrada para demais drogas
O STF liberou a marcha da maconha em todo o país. Em Fortaleza ela ganhou o nome equivocado de marcha pela liberdade e pretende conglomerar movimentos a favor do casamento homossexual, aborto e outra meia dúzia de reivindicações desconjuntadas.

No país vivenciamos uma verdadeira inversão de valores e de funções a começar pelo STF que faz as vezes do legislativo. Na opinião dos ministros que votaram a favor da marcha, a liberdade justifica qualquer apelação.

Não nos assustemos quando começarem os movimentos a favor da descriminalização da cocaína e da pedofilia. Aliás, na Irlanda um candidato à presidência defende o que ele chama de pedofilia clássica. Na Holanda já teve um partido criado por três  pedófilos cuja militância era a favor da liberação da pornografia, profissionalização da prostituição e liberação da idade consensual para sexo com crianças e adolescentes.

Depois não digam que eu não avisei.

Nenhum comentário: