21 de jun de 2011

Carlos Matos comanda mais uma edição do "Fazendo Acontecer"

[projeto Fazendo Acontecer]


Carlos Matos discute com empresários do projeto Fazendo Acontecer as alternativas necessárias antes os percalços.

Aconteceu na manhã desta terça-feira, dia 21, no Hotel Seara, mais uma edição do projeto Fazendo Acontecer que tem à frente o líder empresarial Carlos Matos. 

Na pauta do dia a importância do plano “B” na condução de uma empresa haja vista que  os percalços são inevitáveis de acontecer na maioria das vezes. “ Vemos na história de muitas empresas que isto já aconteceu, por isso é preciso está preparada”, disse Carlos Matos. “O pior de todos os percalços  é o financeiro: o de investir mais do que se pode”, arrematou o Líder empresarial.

Na facilitação do tema,  a condução de uma empresa foi comparada com a condução de uma aeronave. “Alternativa única é sempre ruim. Na aviação, por exemplo, não existe. Sempre se deve ter outro plano”, comparou  Matos.

“O empresário precisa compreender sua empresa inserida na sociedade, num universo maior, relacionando-se com instituições de outro setor, tendo percepções diferentes e apuradas da que ele simplesmente observa”, disse Carlos Matos falando sobre a experiência do projeto Fazendo Acontecer que visa clarear a visão dos empresários envolvidos no grupo e de sua missão na sociedade.

A cada edição o Fazendo Acontecer recebe para empresários e pessoas notadamente experientes no ramo e tema proposto. No mês passado o convidado foi José Batista Sobrinho, acionista da JBS-Friboi, empresa Goiana que faturou, ano passado, o equivalente a R$ 55 bilhões.


Durante o Fazendo Acontecer deste mês foi apresentado o projeto comercial do Festival Halleluya 2011.


Carlos Matos, líder do projeto Fazendo Acontecer

Nilson Junior, Tobias Cortez, Aline Teles e João Edson
 
Carlos Matos e integrantes do projeto Fazendo Acontecer

Grupo de trabalhos

Grupo de trabalhos


Nenhum comentário: