6 de mai de 2012

Cagece cancela abastecimento em rua e não avisa moradores


[denúncia]

Desrespeito e irresponsabilidade. São com estes termos que moradores da Av. Hildebrando de Melo classificam os serviços da Companhia de Água e Esgoto do Ceará - Cagece, que há 24 dias cortou o abastecimento de água sem dar satisfações plausíveis.

Feito contato pelo microblog Twitter, a Companhia respondeu e enviou uma equipe no dia seguinte, mas isto apenas para dizer que tinha acabado a pressão que impulsiona a água para as torneiras e Caixas d'água e que na segunda-feira seguinte, dia 30, o problema estaria resolvido, fato que não aconteceu.

Dia 02 de maio outro contato foi feito com a Cagece pelo microblog. Desta vez a resposta veio através de uma  DM (mensagem direta)  e informava que a falta de água se devia ao aumento na demanda de consumo. Ainda dava conta que a a empresa estaria  CONSTRUINDO a estação de abastecimento Oeste. Assim mesmo, no gerúndio, sem informar datas de término ou pelo menos previsão de quando voltaria a pingar água nas torneiras das casas do moradores. 


Fac-símile da DM da Cagece 

Com a falta de abastecimento, os moradores precisam manter reservatórios de água em suas residências aumentando  a preocupação nesta temporada em que a cidade vive a iminência de uma epidemia de dengue. 

Alguns recipientes são tampados, já outros, contrariam as orientações dos especialistas no combate à doença que ensinam que estes não podem acumular água à céu aberto.

Os maradores reclamam pois se veem obrigados a manter as reservas para utilizar na feitura da alimentação, higiene pessoal e da casa.  Também questionam se esta falta de abastecimento aconteceria em alguma rua de bairro nobre, por exemplo.




Vale dizer que a população não foi informada  previamente sobre a situação e ainda não receberam da concessionária um prazo final para a solução do problema que hoje, dia 06, completa 24 dias. E para completar, receberam a a informação pelos meios de comunicação nesta semana que neste mês haverá aumento na conta de água. 

Nenhum comentário: